A epistaxe (sangramento nasal) pode ocorrer na parte anterior do nariz (90% dos casos), habitualmente relacionada a pequenas veias. Apresenta poucos efeitos para o organismo, em razão do pequeno volume de sangue.

Já os sangramentos que ocorrem na parte posterior (10% dos casos) têm efeitos mais graves e imediatos, pois geralmente estão associados ao sangramento de uma artéria e, portanto, a grandes volumes de sangue perdido.

 

Alguns fatores podem predispor ou ocasionar o sangramento:

  1. Rinite Alérgica;
  2. Sinusite Crônica;
  3. Presença de corpo estranho;
  4. Uso excessivo e contínuo de descongestionantes nasais;
  5. Anticoagulantes e Antiplaquetários;
  6. Coagulopatias, leucemias e doenças reumatológicas;
  7. Hipertensão Arterial Sistêmica;
  8. Utilização de Narcóticos.

O sangramento deve ser avaliado por um médico especialista, principalmente se for volumoso e persistente.

A contenção poderá ser realizada por cauterização química, tamponamento, embolização ou cirurgia para cauterização e/ou clipagem da artéria acometida.

Você pode se interessar por: