Os profissionais da voz incluem não somente atores, cantores e locutores, mas também professores, dubladores, advogados, vendedores, corretores e todos aqueles que dependem da voz para exercer sua função.

Muitas estratégias fonoaudiológicas podem ser utilizadas para corrigir abusos e prevenir alterações vocais futuras nestes profissionais.

 

As formas mais comuns de abuso e agressão são:

  1. Baixa ingestão hídrica e falar em ambientes secos e empoeirados;
  2. Tosse ou pigarro persistente;
  3. Tabagismo e ingestão de bebidas alcoólicas;
  4. Refluxo gastroesofágico ou Laringofaríngeo;
  5. Utilizar o tom inadequado da voz, fora da região de conforto vocal;
  6. Cantar de forma inadequada ou abusiva.

Você pode se interessar por: