Processamento Auditivo Central (PAC)

Outros nomes

  1. Avaliação da Função Auditiva Central.

O teste de Processamento Auditivo Central avalia a capacidade do sistema nervoso central em traduzir e processar as informações auditivas recebidas. Esta habilidade está relacionada com as funções de localização sonora, discriminação auditiva, reconhecimento de padrão sonoro e aspectos temporais da audição.

O teste é realizado em cabine acústica, com fones auriculares e estímulos sonoros padronizados para a idade.

Os sons são oferecidos simultaneamente, nas duas orelhas, de forma competitiva e, então, são avaliadas as diferentes características auditivas do processamento.

Trata-se de exame indolor e que traz importantes informações para o tratamento dos distúrbios do processamento auditivo.

O distúrbio do processamento auditivo pode ter diversas causas. As mais comuns são: atraso na maturação do sistema neurológico, envelhecimento, origem genética, lesões cerebrais por anóxia ou traumatismo craniano. A maioria dos diagnósticos ocorre em crianças e idosos.

 

Os principais sinais/sintomas do transtorno são:

  1. Dificuldade de aprendizagem;
  2. Dificuldade de memorização e desatenção;
  3. Cansaço rápido e agitação ao assistir aulas;
  4. Dificuldade em localizar a fonte sonora;
  5. Dificuldade durante conversas em grupo;
  6. Dificuldade para ouvir e prestar atenção em lugares barulhentos;
  7. Necessidade constante de pedir para repetir;
  8. Dificuldade para compreensão de conceitos abstratos.

Detectado algum sinal de transtorno do processamento, é essencial uma avaliação multidisciplinar especializada: otorrinolaringologista, neurologista, psiquiatra, psicólogo, fonoaudiólogo e pedagogo. Desta forma torna-se possível um diagnóstico preciso e a exclusão de outras doenças com sintomas semelhantes como Transtornos de Hiperatividade, demência, dislexia entre outros.

Após o diagnóstico é possível realizar o treinamento auditivo e minimizar e, até reverter, as dificuldades enfrentadas pelos pacientes.

 

Critérios para realização do exame

  • A partir dos 7 anos de idade, se colaborante, com solicitação médica;
  • É obrigatório trazer audiometria e impedanciometria recente (até 3 meses);
  • Caso não esteja dentro deste período, o cliente deve apresentar pedido médico para agendamento de audiometria e impedanciometria além do exame de Processamento Auditivo Central;;
  • Menores de idade deverão estar acompanhados de um adulto responsável;
  • A presença de cera de ouvido pode inviabilizar a realização do exame;
  • O procedimento não deve ser realizado na vigência de dor de ouvido ou secreção no dia agendado;
  • Necessário agendamento;

Prazo de entrega: pode ser entregue em até 5 dias úteis após conclusão do exame.

Você pode se interessar por: